Case: automatização do processo de Avaliação e Gestão por Competências

O DESAFIO

Atuando em 21 países da América Latina, o principal desafio da Fundação Avina era padronizar o processo de Avaliação e Gestão por Competências unificando e tornando possível o acesso em múltiplos países, com culturas diferentes e consolidando os valores da empresa voltados ao alto desempenho, valorização das pessoas e transparência.

A SOLUÇÃO

A partir do mapeamento e análise crítica dos processos, o Orquestra possibilitou a automatização do fluxo de trabalho, alinhando metas e ações individuais. Os formulários de avaliação preenchidos pelos Gestores e Colaboradores passaram a ser enviados e processados eletronicamente pelo RH e os resultados divulgados dentro do próprio processo de avaliação.

OS RESULTADOS

A implementação do Orquestra permitiu maior controle pela área de Recursos Humanos, identificando diferenças entre as competências requeridas e os resultados obtidos nas avaliações. Garantiu total transparência ao processo, tornando claro aos colaboradores os critérios utilizados para sua avaliação de desempenho e desenvolvimento profissional. Estimulou, ainda, a intensa colaboração entre os funcionários, através do acesso em diferentes países, fortalecendo os canais internos de comunicação.

SOBRE A FUNDAÇÃO AVINA

Desde 1994, a Fundação Avina identifica oportunidades de ação para o desenvolvimento sustentável por meio de alianças entre empresas e organizações de diferentes setores. Atuando em 21 países da América Latina, busca novos modelos de colaboração, combinando inovação social, inovação tecnológica e inovação em negócios para acelerar o impacto social e promover mudanças em grande escala.